quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

FÚRIAS


São cerca de 20 anos de A tribo e nesse tempo houveram muitas criações tão velhas quanto. Já que tínhamos uma equipe de "herois" precisávamos também pensar nos antagonistas e nesse caso achamos que não precisariam ser simplesmente vilões mas pessoas que talvez pensassem de maneira oposta. E criar adversários geralmente é a parte mais divertida.

A equipe aí de cima sofreu algumas alterações estéticas durante sua vida mas com exceção da Automática que realmente mudamos o conceito dela todos os outros se mantém iguais esse tempo todo. Claro que para os leitores são personagens novos mas esse grupo já me contou muita história...

Formação:

Hi-Tech - prima de Fábio Tadashi, seus poderes aumentaram sua inteligência lógica e a tornaram uma excelente desenvolvedora de tecnologia tendo seu ápice na criação de um robô bastante ameaçador...

Sombra - a primeira mulher negra aceita em um clã ninja japonês, é habilidosa com suas espadas e em combate corporal além de um sistema biológico de camuflagem muito útil.

Automática - teve grande parte de seu corpo reconstruído após um acidente durante uma ação militar. Agora ela consegue projetar armas pelo corpo ciborgue.

Ogra - força bruta excepcional. É uma guerreira virtualmente indestrutível e obstinada. Utiliza duas pesadíssimas e temidas maças de combate.

Barragem - um robô desenvolvido e produzido por Hi-Tech com a ajuda da Tadashi. Fala pouco. Bate muito.


segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Futuros Protagonistas


Durante a criação da Tribo, percebemos que os personagens principais não seriam nada se não tivessem outros seres para dividir o espaço e tentar tornar esse pequeno universo mais interessante e mais plurarizado.

Embora a temática da Tribo seja de ação com super poderes, eu vejo vários gêneros se encaixarem nesse mundo e o grupo aí em cima exemplifica isso.

São criações de períodos distantes e que já apareceram ou aparecerão em futuras histórias que permeiam desde a ficção científica com uma criatura alterada geneticamente ao sobrenatural com demônios e fantasmas e todos terão sua relevância no cânone da Tribo.

Uma breve descrição de cada um deles:

A Arma Perfeita - A criatura foi desenvolvida com tecnologia de alteração genética pela Tadashi Tecnológica mas claro, sem divulgação pública. Acredita-se ter sido usado o conhecimento gerado pelas pesquisas da arma biossintética "Carrapato" e suas capacidades adaptativas, replicação de características animais e um possível agente supra genoma. Força, velocidade, sentidos e resistência muito acima do humano. Seu corpo se adapta às condições diversas e extremas além de dobrar a luz sobre si criando o efeito de invisibilidade. Foi especificamente criado para caçar e eliminar a Tribo.

O Pretoriano - Criado à partir de uma tragédia pessoal, esse ex- candidato às fileiras do exército paramilitar de Tadashi viu seu mundo ser destruído e decidiu colocar tudo que aprendeu durante seu treinamento nas pontas de suas clavas em direção aos marginais que encontra durante suas patrulhas. Conhecimento em combate de curta distância, obstinação e dois bastões de ferro são suas armas.

O Santo dos Motoqueiros - São Paulo possui uma frota enorme de motos e devido ao caos no trânsito, impaciência e imprudência os acidentes são comuns no dia a dia. Ninguém sabe quem é ( ou quem foi ) mas é um ser que vaga pelas ruas e avenidas sempre vigilante oferecendo ajuda a quem precisa. É um desses seres únicos que perâmbulam presos à cidade.

Tianlog, a vovó Dragão - Seres místicos também encontram espaço em São Paulo e o bairro oriental ostenta vários deles. Durante um embate noturno com monges das sombras, Tiborg teve um encontro inusitado com uma aparentemente inofensiva vovó em uma casa de massagens que se revelou uma criatura mágica e que com certeza ainda tem muitos segredos. Ah, ela é um dragão. Chinês. Milenar.

A Neta - Ainda sem nome conhecido ela é simplesmemte chamada por sua vó de "neta". Além de trabalhar com sua avó como recepcionista ela também é sua protetora e lutadora ferrenha. Não tem poderes.

Duque Bala Maldita - É um demônio que usa armas amaldiçoadas por serem usadas em múltiplos assassinatos e massacres. Pertence ao círculo dos Sete Demônios da Guerra.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Caçadores de Tempestades

O governo vem desde muito tempo investigando e captando super seres com o objetivo de controlar, estudar e usar tais indivíduos. Pouco se sabe sobre quais organizações públicase militares estariam envolvidas e se seus objetivos seriam a ajuda e compreensão de tais pessoas ou simplesmente o medo da ameaça que poderiam se tornar.

Durante o período da Ditadura Militar, um grupo em particular foi denominado de Caçadores de Tempestades e com a premissa de impedir a proliferação de inimigos do Estado que potencialmente estariam dispostos a usar os denominados "Supra Genomas" esses soldados abordavam para averiguação qualquer suspeito de ter poderes e tinham autoridade da de agir de modo mais truculento possível para intimidação. O que muitas vezes resultaria em sumiço permanente do cidadão ou pior.

Com o tempo e eficiência da equipe as evidências de seres com super poderes diminuiram até se tornarem nada mais que boatos. O grupo foi então aparentemente dissolvido.

Até hoje.

Da formação original temos dois, o líder Coronel Bradoe o Sr. Contêiner que eram soldados na época.

Timbet - Assassino sorrateiro e eficiente, ele possui agilidade e velocidade impressionantes.

Coronel Brado - Inquestinável em sua liderança é um personagem de autoridade e supõe-se que seus poderes inclui uma capacidade de persuasão acima do que se deva considerar seguro. Além disso ele pode anular os poderes de outro Supra com um toque tornando-o muito eficiente durante as caçadas.

Vektra - Dispara raios de energia extremamente destruidores. Pode voar. Corpo resistente à temperaturas extremas e relativa invulnerabilidade.

Sr. Contêiner - Força bruta muito acima do normal. Relativa invulnerabilidade à ataques físicos. E ele tem um braço mecânico. Gigante.

Aura - A pequena Aura é uma assassina psicopata cujos diversos crimes acabaram por levá-la a um período presa em um sanatório para transtornos psicológicos. Pena revogada pelo Coronel ao convocá-la para a equipe. Ela cria um campo de força que além de proteger pode ser projetado em formas pontiagudas e perigosamente afiadas...

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Fúrias

São cerca de 20 anos de A tribo e nesse tempo houveram muitas criações tão velhas quanto. Já que tínhamos uma equipe de "herois" precisávamos também pensar nos antagonistas e nesse caso achamos que não precisariam ser simplesmente vilões mas pessoas que talvez pensassem de maneira oposta. E criar adversários geralmente é a parte mais divertida.

A equipe aí de cima sofreu algumas alterações estéticas durante sua vida mas com exceção da Automática que realmente mudamos o conceito dela todos os outros se mantém iguais esse tempo todo. Claro que para os leitores são personagens novos mas esse grupo já me contou muita história...

Formação:

Hi-Tech - prima de Fábio Tadashi, seus poderes aumentaram sua inteligência lógica e a tornaram uma excelente desenvolvedora de tecnologia tendo seu ápice na criação de um robô bastante ameaçador...

Sombra - a primeira mulher negra aceita em um clã ninja japonês, é habilidosa com suas espadas e em combate corporal além de um sistema biológico de camuflagem muito útil.

Automática - teve grande parte de seu corpo reconstruído após um acidente durante uma ação militar. Agora ela consegue projetar armas pelo corpo ciborgue.

Ogra - força bruta excepcional. É uma guerreira virtualmente indestrutível e obstinada. Utiliza duas pesadíssimas e temidas maças de combate.

Barragem - um robô desenvolvido e produzido por Hi-Tech com a ajuda da Tadashi. Fala pouco. Bate muito.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

A Elite

A equipe de vilões capitaneada por Fábio Tadashi é formada por indivíduos que assim como a Tribo possuem super poderes e serão vistos como o primeiro grupo de super seres oficiais do país. Apesar de sua conduta nada heroica eles serão assim apresentados para a sociedade.
A equipe é formada por:
Meltdown - uma adolescente cujos poderes geram chamas de maneira quase incontroláveis o que faz com que exista um protocolo a ser seguido: ela vive constantemente sob efeito de tranquilizantes.

Coice - um ex-lutador que foi obrigado a abandonar a carreira e hoje é um dos guarda-costas oficiais de Tadashi. Tem a pele invulnerável e provoca ondas de choque com seus golpes.

Ursus - Também é guarda-costas oficial de Tadashi. Seu corpo aumenta a massa muscular e consequentemente sua força. Também é capaz de ferver o sangue de suas vítimas.

Rajada - O líder de campo. Poderes psico-cinéticos.

Caçador - Um mercenário que aluga suas habilidades acrobáticas e assassinas pelo melhor preço. Produz bio laser pela olho direito e usa uma manopla multifuncional, seja lá o que isso quer dizer!

Okami - Ninja assassina e guarda-costas de Fábio Tadashi. Controla o metal maleável que compõe a prótese de seu braço. Afinidade com eletro magnetismo.

Massacre - Trem de carga desgovernado com tendências a psicopatia.

Fábio Tadashi - Multimilionário misterioso cujo objetivo parece ser o controle. Total.


Para ver mais existem duas revistas até o momento, A Tribo 1 e 2 que podem ser adquiridas pelo email juniorcortizo@gmail.com.
 

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

A Tribo 2017


Painel com a Tribo feito em 2017

Costumo entender os personagens como seres humanos que se atualizam tanto nos seus uniformes quanto no visual físico, seja mudando a barba quanto prendendo o cabelo de maneira diferente em cada aparição. Gosto desse dinamismo que não aparece muito nos quadrinhos onde o personagem usa seu uniforme como uma identidade visual que não se pode mexer. Me aproximo mais de vídeo games nesse sentido onde o personagem tem uma evolução entre um título e outro.

Também é uma maneira de eles evoluírem progressivamente, de modo mais natural, como as pessoas de verdade e também dá um pouco de liberdade para outros artistas que quiserem contribuir a fazer sua versão sem, claro, alterarem as características básicas de cada um.

Essa versão é a mais atualizada até o momento e com exceção do Professor Ladislau e da Ultra todos os outros já aparecereram em três revistas autorais: A Tribo 1 e 2 e Carrapato 1.




terça-feira, 2 de maio de 2017

Thunder, Thunder, Thundercats...




Algumas ilustrações que viraram prints e que são vendidas em eventos.

O legal disso é que posso também fazer homenagens à personagens que gosto muito sem deixar de lado meus quadrinhos que são prioridade, claro. Mas depois de feitos sempre dá vontade de pensar em qual será o próximo personagem que farei no meu traço...









Processo de colorização de um teaser da Hq Carrapato: Estágio 2.

O Fiat 147 do personagem Lynx tem uma volta triunfal. Aqui ele está praticamente "vestindo" os personagens! É um carro pequeno mas como a Tardis, do Doutor, é bem maior por dentro...





Páginas novas da Hq Carrapato: Estágio 2.

História que sairá de maneira independente no final do ano de 2017. Uma revista que será uma continuação da primeira lançada em 2014 em parceria com Tony Brandão, grande irmão de traço.
A revista será colorida com cerca de 60 páginas e que conta com roteiro de Nando Alves, um grande parceiro que abraçou a ideia da história e criou o que seria uma sequência para a grande aventura da Tribo, Perseu e Aline nas terras ensolaradas do Rio. Dessa vez o caos será em São Paulo!

Aqui estão algumas das páginas desenhadas por mim que logo serão coloridas.


 





A Tribo em dois momentos

Eu sempre imagino esse grupo como personagens bem dinâmicos, que vão sofrendo mudanças com o tempo. Isso inclui cortes de cabelo, por exemplo. Isso acontece tb porque meu traço vai mudando com o tempo e acabo incorporando no meu desenho.




Amostra de alguns personagens da Tribo










Páginas em processo de colorização de uma Hq solo da personagem Portal.

A Hq foi publicada na revista Lorde Kramus como uma forma de apresentar uma personagem da Tribo numa historinha curta e em pb. A ideia é mostrar que ele usa seus poderes para acessar seu arsenal não letal já que antes de qualquer coisa ela não é uma assassina. Suas armas apesar de realistas, só são carregadas com munição que não mata.
Pode machucar um bocado, deixar hematomas, desacordar mas não mata!
Agora quero colorir esse material para que faça parte da revista A Tribo 3 junto com outras 2 histórias








Caçador.
Um mercenário que trabalha à favor do dinheiro e contra escrúpulos. Mas tem seu carisma.


Os Protagonistas de A Tribo 2 - Tick, Tick, Boom!

Na primeira revista, o pessoal sentiu falta sobre uma descrição de quem são os personagens que apareciam. Assumo que foi uma falha pois embora os personagens sejam muito claros e conhecidos por mim, o leitor obviamente não detem esse conhecimento ainda.
Embora eu queira que esse conhecimento deva vir aos poucos, criando interesse e curiosidade sobre quem são esses caras tenho de entender que o público sente mesmo a nescessidade mais imediata de uma descrição deles.
Essa é uma página que mostra isso. Os protagonistas de A Tribo 2. Revista lançada em 2016 de maneira totalmente independente.




Página da Hq Tick, Tick, Boom. Nessa página, Pantera ( baseado de "leve" em Idris Elba ) se prepara para um debate ao vivo num telejornal quando recebe uma ligação de Tiborg atualizando para pior uma situção que já era péssima!








Processo de Criação de página da Hq Tick, Tick, Boom, de 2016